Tabela Salário Mínimo 2018

O Salário Mínimo 2018 é a remuneração mensal de mais de 40 milhões de trabalhadores brasileiros. Seu valor, é atualizado anualmente levando em conta o índice de crescimento da economia e o índice da inflação, medido pelo INPC. Isso garante que o aumento da tabela salário mínimo 2018 sempre seja igual ou superior à inflação, garantido que o trabalhador nunca perca poder de compra, nem rebaixe seu nível de consumo.

Tabela Salário mínimo 2018

Tabela Salário Mínimo 2018

Por isso, todo assunto relativo ao salário mínimo 2018 gera um pouco de curiosidade entre as pessoas, principalmente entre os primeiros do ano, quando o Governo Federal divulga o valor do salário mínimo referente ao ano.

Isto é considerado totalmente benéfico, pois demonstra que a classe trabalhadora está buscando se informar a respeito dos assuntos que lhe cercam. Um dos assuntos mais buscado é a tabela do salário mínimo 2018. Então, quer conhecer à tabela referente a este ano? Leia o artigo abaixo e se informe.

Tabela Salário Mínimo 2018

A tabela do salário mínimo 2018 é meio pelo qual os trabalhadores ficam informado sobre os valores do mínimo referente aos anos anteriores. Esse documento é elaborado à título de informar as pessoas sobre o reajuste do valor do salário mínimo nacional.

Ano Vigência Valor Ato Legal Percentual de aumento
2017 01/01/2017 R$ 937,00 Decreto 8.948/2016 6,48 %
2016 01/01/2016 R$ 880,00 Decreto 8.618/2015 11,68 %
2015 01/01/2015 R$ 788,00 Decreto 8.381/2014 8,84 %
2014 01/01/2014 R$ 724,00 Decreto 8.166/2013 6,78 %
2013 01/01/2013 R$ 678,00 Decreto 7.872/2012 9,00 %
2012 01/01/2012 R$ 622,00 Decreto 7.655/2011 14,13 %
2011 01/03/2011 R$ 545,00 Lei 12.382/2011 0,93 %
2011 01/01/2011 R$ 540,00 MP 516/2010 5,88 %
2010 01/01/2010 R$ 510,00 Lei 12.255/2010 9,68 %
2009 01/02/2009 R$ 465,00 Lei 11.944/2009 12,05 %
2008 01/03/2008 R$ 415,00 Lei 11.709/2008 9,21 %
2007 01/04/2007 R$ 380,00 Lei 11.498/2007 8,57 %
2006 01/04/2006 R$ 350,00 Lei 11.321/2006 16,67 %
2005 01/05/2005 R$ 300,00 Lei 11.164/2005 15,38 %

Aumento do Salário Mínimo 2018

Aumento do Salário Mínimo 2018O salário mínimo 2018 foi anunciado nos últimos dias úteis de dezembro de 2018. A confirmação do valor salarial veio após a publicação do decreto no Diário Oficial da União. Na ocasião, o Governo anunciou um aumento na tabela do salário mínimo equivalente à 6,47% no valor do salário mínimo. Portanto, o valor do salário mínimo saiu de R$ 937,00 para R$ 1002,00, o que corresponde à um aumento de R$ 65,00.

Entretanto, o valor do salário mínimo 2018 ficou abaixo do valor que era discutido em agosto de 2016 pelas autoridades. Na ocasião, o valor do mínimo 2018 seria de R$ 1020,00.

Com o Valor do salário mínimo 2018 cotado em R$ 1002,00, o valor da diária corresponde à R$ 31,23 e o valor horários, a R$ 4,26.

Como é calculado o Salário Mínimo 2018

cálculo Salário mínimo 2018Esta é uma dúvida muito comum entre a classe trabalhistas. Não é difícil encontrar pessoas que possuem algumas dúvidas relacionada à sua remuneração, inclusive como é calculado o salário mínimo 2018.

As autoridades do Governo Federal definem o valor do Piso Salarial levando em consideração:

  • A Inflação do ano anterior, medida pelo INPC;
  • O aumento do Produto Interno Bruto, denominado como PIB, de dois anos antes. Nesse caso, o PIB relativo ao ano de 2016.

Mas, como o produto interno bruto de 2016 teve resultados pouco positivos, a variação baixa do PIB, de apenas 0,50%, fez com que o valor do salário mínimo fosse reajustado pela inflação + 0,5%.

De acordo com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos, DIEESE, é a primeira vez desde 2013 (quando começou a registrar os índices) que a tabela do salário mínimo não teve um aumento real, ou seja, um reajuste acima da inflação.

Aumento do Salário Mínimo 2018 – Reajuste Salário Mínimo

Anualmente, o Governo Federal promove aumento no salário mínimo. Essa atitude visa valorizar a classe trabalhadora brasileira, assim como ajustar o salário mínimo à inflação. Para este ano de 2018, as autoridades resolveram apenas o aumento do salário mínimo 2018 conforme os índices inflacionais, somados ao crescimento do PIB de 2016. No entanto, não deixa de ser uma grande vantagem para o trabalhador. Tudo indica que nos próximos anos o reajuste do salário mínimo 2018 exceda a faixa de um mil reais. Então, quer se informar um pouco mais sobre o aumento do salário mínimo? Leia o artigo abaixo!

Aumento do Salário Mínimo 2018

Aumento do Salário Mínimo 2018

Valor do Salário Mínimo 2018

Para o ano de 2018, o valor fixado para o salário mínimo 2018 foi de R$ 1002,00, o que corresponde à um aumento de 6,47% na quantia. Em 2017, o salário mínimo estava fixado em R$ 937,00.

A divulgação do valor do salário mínimo 2018 gerou uma grande repercussão na internet e telejornais brasileiros. Isto porque o reajuste do salário mínimo foi abaixo das previsões iniciais divulgadas pelo Ministério do Planejamento, que tinha anunciado que seria na faixa dos R$ 1020,00.

Aumento do Salário Mínimo 2018

O salário mínimo 2018 é o menor valor pago à um trabalhador que possui a carteira de trabalho assinada. Garantido por lei, o salário mínimo é considerado como um valor base para o mantimento de um indivíduo na sociedade. No entanto, é sabido que este valor está defasado a anos. O salário mínimo é reajustado anualmente para que o valor acompanhe a taxa inflacionária da economia brasileira.

Tabela do Salário Mínimo 2018

Tabela do Salário Mínimo 2018 – Aumento do Salário Mínimo em relação aos anos anteriores

O reajuste do salário mínimo é anunciado, sempre no último mês do ano, mais especificamente nos últimos dias. O aumento do salário mínimo 2018 só ocorre após o decreto ser publicado no “Diário Oficial da União”.

O reajuste do salário mínimo também provoca mudanças nos valores dos benefícios sociais concedidos pelo Governo Federal, como abono salarial, seguro-desemprego, seguro-defeso e décimo terceiro salário. Todos estes benefícios possui uma quantia fixada de acordo com o valor do salário mínimo.

Valor do Salário Mínimo 2018 Nacional

Atualmente, 17 estados brasileiros estão seguindo o valor do salário mínimo definido pelo Governo Federal. O restante dos estados possui suas próprias regras acerca salário mínimo regional, que, consequentemente, possui maior valor que o salário mínimo decretado pela União. Confira a seguir a lista de estados que seguem o valor do salário mínimo 2018 nacional:

  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Pará
  • Paraíba
  • Paraná
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Rondônia
  • Roraima
  • Sergipe
  • Tocantins

Valor do Salário Mínimo 2018 Nacional

Atualmente, 5 estados brasileiros contam com salário mínimo Regional regulamentado. Nesses estados, os empregadores são obrigados a pagarem no mínimo, o salário mínimo estadual para os funcionários. Para não contrariar a constituição, porém, o valor do salário mínimo Regional precisa sempre ser superior ao salário mínimo Nacional.

Salário Mínimo Regional São Paulo

  • Salário Mínimo 2018 São PauloR$ 1.000,00 – Para trabalhadores de nível básico, agropecuários, empregados domésticos, garis, motoboys, etc;
  • R$ 1.017,00 – Para trabalhadores de nível médio, carteiros, operadores de telemarketing, cabelereiros, operadores de máquinas, etc.

Salário Mínimo Regional Rio de Janeiro

  • Salário Mínimo 2018 Rio de JaneiroR$ 1.052,34 – Para empregados domésticos, garçons, atendentes de farmácia, trabalhadores de serviços de manutenção, motoboys, etc;
  • R$ 1.415,98 – Trabalhadores com registro no CREA, cobradores de transporte, fiscais, atendentes de telemarketing, empregados em atividades florestais e agropecuárias. Siderúrgicos e metalúrgicos, operadores de máquinas, etc;
  • R$ 1.091,12 – Costureiros, Motoristas de ambulância, Maqueiros, Taxistas, Seguranças, comerciantes, secretários executivos, professor do ensino fundamental, trabalhadores da área sanitária, da área agrícola que operam maquinário pesado ou que trabalham diretamente com implementos agrícolas;
  • R$ 1.168,70 – Atendentes hospitalares, industriais, carteiros, etc.
  • R$ 2.684,99 – Administradores, jornalistas, advogados, profissionais de educação física, etc.

Salário Mínimo Regional Paraná

  • Salário Mínimo 2018 paranáR$ 1.032,02– Trabalhadores da área florestal, agropecuária e pesqueira;
  • R$ 1.070,33– Comerciantes, técnicos de manutenção e reparação, trabalhadores de atividades administrativas;
  • R$ 1.111,04– Operários industriais e/ou trabalhadores na produção de bens e serviços;
  • R$ 1.192,45– Técnicos de nível médio.

Salário Mínimo Regional Santa Catarina

  • Salário Mínimo 2018 Santa CatarinaR$ 1.009,00– Empregados domésticos, trabalhadores de atividades agrícolas, da construção civil, ligados à transporte (exceto motoristas)
  • R$ 1.048,00– Tecelões, calçadistas, vendedores ambulantes, atendentes de telemarketing;
  • R$ 1.104,00– Farmacêuticos, Cinematografia, indústria alimentícia, comerciantes;
  • R$ 1.158,00– metalúrgicos, gráficos, motoristas, mecânicos, trabalhadores da área da saúde, etc.

Salário Mínimo Regional Rio Grande do Sul

  • Salário Mínimo 2018 Rio Grande do SulR$ 1.103,66– pescadores artesanais;
  • R$ 1.129,07 – Trabalhadores de turismo e hotelaria, motoboys, trabalhadores agrícolas, trabalhadores de indústria de extração, indústria alimentícia, constrição civil, telemarketing, indústria calçadista, produção de roupas e papeis, da área da saúde, etc.
  • R$ 1.154,68 – Farmacêuticos, Comerciantes, administração de armazéns, produção mobiliaria.
    R$ 1.200,28 – Metalúrgicos, administradores escolares, administradores condominiais, operários da indústria do vidro, cerâmica ou porcelana.
  • R$ 1.398,65 – Técnicos de nível médio.

Os valores mencionados acima condizem com os salários mínimos regionais do ano anterior, uma vez que as tabelas do salário mínimo regional ainda não foram divulgadas. Assim que forem, publicamos aqui.

Veja também: Valor do Salário Família 2018 também foi Reajustado!

Reajuste ideal para o salário mínimo 2018

Reajuste do Salário Mínimo 2018Este salário mínimo 2018 decretado pela União está longe de ser o valor ideal para o mantimento das despesas dos brasileiros. Anualmente o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, também conhecido como Dieese, realiza relatórios acerca do reajuste ideal para o valor do salário mínimo brasileiro. Para 2017, o reajuste deveria ser R$ 3.736,36.

Os fatores levados em conta para definição do salário mínimo são despesas com previdência social, alimentação, transporte, higiene, educação, saúde, lazer, vestuário e moradia.

Cálculo do valor do salário Mínimo 2018

O cálculo do reajuste do salário mínimo é realizado de forma que, em geral, tenha crescimento acima do índice de inflação. Isso significa que, mesmo com o aumento dos preços dos produtos ao longo dos anos, o aumento do salário mínimo sempre foi o suficiente para cobrir o aumento dos preços dos produtos e serviços.

Desde 2015, porém, o cálculo do valor do salário mínimo é regulamentado pela Lei nº 13.152 de 29 de junho de 2015, que estabelece os parâmetros exatos para definir o valor do salário mínimo a cada ano, até 2019. Segundo essa, lei, o aumento salarial deverá ser calculado dessa forma:

Soma-se o valor do índice de inflação do ano anterior, medido pelo INPC (Índice Nacional de Preço ao Consumidor) ao valor do crescimento do PIB medido de dois anos anteriores.

Se em qualquer dos casos o valor for negativo (seja no índice da inflação ou no índice do crescimento do PIB), desconsidera-se o valor para efeito de cálculo do aumento salarial. Dessa forma, garante-se que o pagamento sempre igual ou superior ao índice de inflação, gerando um crescimento real no valor do salário mínimo 2018.

Dessa forma, o trabalhador possui uma garantia estabelecida na constituição de que o cálculo do piso salarial vai repor as perdas do de mercado com o aumento dos preços, garantindo assim que o trabalhador seja capaz de manter o seu padrão social – e assim evitando que consuma menos, o que causaria estagnação da economia.

Salário Líquido 2018

Valor Ideal do Salário Mínimo 2018

É importante que o trabalhador esteja ciente de que, mesmo com o aumento do salário mínimo 2018 passando para R$ 1.020,00, não é nesse valor que o trabalhador recebe efetivamente. Isso porque esse é o valor do salário mínimo bruto, ou seja, sem os descontos.

Para calcular o salário líquido 2018, isso é o valor efetivo do salário que o trabalhador recebe, deve-se levar em conta:

  • A alíquota de contribuição do INSS – 8% para o trabalhador que recebe 1 salário mínimo;
  • A alíquota do Imposto de Renda Retido na Fonte – 0% (isento) para o trabalhador que recebe 1 salário mínimo;

Cálculo do Valor do Salário Líquido 2018

Basta descontar o valor dos descontos do valor do salário mínimo:

  • Valor do Salário Mínimo 2018: R$ 1.020,00
  • Desconto do INSS 2018: R$ 81,60 (8%)
  • Desconto do IRRF 2018: R$ 0,00 (Isento)
  • Valor do Salário Líquido: R$ 938,40

Vale lembra que, para fins fiscais, como na declaração de ajuste anual do Imposto de Renda de Pessoa Física (DIRPF), sempre que for solicitado o rendimento ou pró-labore do trabalhador, considera-se o valor do salário bruto, e não do líquido.

Salário Líquido 2018

Uma dúvida muito comum, principalmente nas pessoas que estão conseguindo seu primeiro emprego, é sobre o valor real de seu salário mensal. Isto porque, muitas vezes, quando essas pessoas pegam seu contracheque observam uma diferença entre o valor do salário líquido 2018 e salário bruto 2018. Então, com objetivo de evitar erros grotesco e constrangimento, é preciso que todos os trabalhadores estejam bem atentos à todas informações. Uma forma de evitar essa confusão é sabendo, necessariamente, o que é um salário líquido. Então, quer se informar completamente sobre este assunto? Leia o artigo abaixo!

Salário Líquido 2018

Salário Líquido 2018 – Valor do salário Líquido e Cálculo Salário Líquido

Qual diferença entre salário líquido e salário bruto?

Entender a diferença entre o salário líquido e salário bruto é muito simples e fácil, contanto que preste bem atenção nas informações. A diferença entre um e outro é muito simples. Quando falamos em salário bruto estamos nos referindo à quantia pelo qual você foi contratado. Ou seja, é aquele valor que estava sendo oferecido quando você observou à oferta da vaga de trabalho num site de empregos ou classificados de jornal, por exemplo.

Veja Também:

Já o salário líquido é a sua remuneração mensal com descontos, devido a contribuição do INSS, retenção de imposto na fonte ou também descontos relacionados à vale-transporte ou vale-alimentação. É uma ideia simples de entender, quanto mais benefícios são oferecidos, menos o trabalhador receberá realmente em sua conta bancária. Portanto, ao procurar uma vaga de emprego, é preciso que olhe o salário bruto juntamente com os benefícios oferecidos. Muitas empresas oferecem vale-transporte, vale-alimentação, vale-combustível, plano de saúde, entre outros benefícios. Portanto, muitos desses benefícios, são descontados ao fim do mês do seu rendimento bruto.

Cálculo do salário líquido

Cálculo Décimo Terceiro SalárioPara realizar o cálculo do salário líquido é fundamental que desconte do valor do salário bruto a quantia relativa à contribuição do INSS, assim como o imposto de renda retido na fonte. Ou seja, o salário líquido é resultado da subtração do resultado bruto menos descontos referentes à INSS e Previdência Social.

Em alguns casos também há descontos relativos a taxa de alimentação e transporte do trabalhador. Essas informações também devem ser levadas em conta no momento da realização do cálculo do salário mínimo.

Para a saber o valor que deve ser descontado do seu salário bruto referente à retenção de imposto é preciso que se atente à tabela de declaração do imposto de renda. A tabela do salário 2018 é divulgada anualmente e confere as porcentagens de desconto para cada faixa salarial.

Veja também:

Calculadora do Salário Líquido

Caso não esteja acertando calcular o salário líquido corretamente, o trabalhador poderá utilizar uma ferramenta chamada calculadora do salário líquido. Essa plataforma pode ser encontrada facilmente na internet e de maneira gratuita. Para tanto, é preciso apenas que preencha os dados corretamente para que o sistema realize o cálculo de forma correta. Em alguns casos, a calculadora do salário líquido pede dados, como salário bruto, pensão alimentícia, número de dependentes, programa de alimentação do trabalhador, plano de saúde e outros descontos.

Ainda tem dúvidas sobre o Salário líquido? Deixe um comentário abaixo para tirarmos suas dúvidas!

Piso Salarial 2018

Anualmente, é fundamental que o trabalhador mantenha informado sobre todas as notícias a respeito de sua categoria. Uma forma de manter-se por dentro de todas as informações é acessando o site ou redes sociais do sindicato estadual. Desta forma, o trabalhador evitará cometer erros grotescos pela desinformação. Um dos pontos mais importante que cada trabalhador deve saber é a respeito do piso salarial 2018. Você sabe do que se trata? Não? Então, leia o artigo abaixo e informe-se completamente.

Piso Salarial 2018

Piso Salarial 2018 – Mínimo Salário em 2018

Confira também:

O que é Piso Salarial 2018

Piso Salarial 2018

O Piso Salarial 2018 é o valor mínimo pelo qual a empresa deve remunerar um determinado trabalhador. Esse piso salarial é definido pelos sindicados dos trabalhadores de cada categoria. Ou seja, cada empregada doméstica, professor, jornalista, médico, assistente comercial, motorista, médica, advogado e outras categorias possuem seu próprio sindicato.

Fique por dentro do valor do Piso do Salário Mínimo 2019.

O piso salarial 2018 é correspondente a atividade remunerada com duração de 40 horas semanais, funcionando praticamente como a “tabela do salário mínimo” de uma determinada categoria sindical.

O piso salarial 2018 é definido por meio de uma reunião chamada de negociação coletiva, realizada entre empresários e sindicatos. Nessa reunião, as autoridades debatem entre si e determinam o reajuste do piso salarial. É importante ter em mente que essa negociação coletiva é garantida por lei. Portanto, quando o piso  é decidido, os empresários devem acatar essa decisão. Caso descumpra o valor do salário mínimo, o empresariado pode levar multa e processo judicial do trabalhador.

Veja também: Como calcular o 13º Salário.

Piso Professores

Piso Salarial professoresEmbora o piso salarial 2018 dos professores seja respeitado por boa parte dos estados brasileiros, infelizmente, existem alguns estados que se recusam à redefinir o salário dessa categoria tão importante para uma sociedade, pagando um valor inferior ao resto do País.

O ministro da Educação, Mendonça Filho, informou que o piso dos professores para 2018 é equivalente a R$ 2.298,80, um aumento do salário retroativo de 7,64%. Em 2016, o piso dos professores correspondia à R$ 2.135,63. É importante ter em mente que este valor já está sendo válido desde janeiro de 2018.

Piso Empregadas Domésticas

Diferentemente da categoria dos professores, o piso salarial das empregadas domésticas é definido em âmbito estadual. Alguns estados não possuem um piso  à respeito das empregadas domésticas, portanto, eles levam em consideração a cotação do salário mínimo 2018, que corresponde à R$ 937. Já os estados que possui o piso das empregadas domésticas 2018 são: Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

  • Paraná: R$ 1.190,20 – R$ 5,41 por hora
  • Rio de Janeiro: R$ 1.052,34 – R$ 4,78 por hora
  • Rio Grande do Sul: R$ 1.103,66 – R$ 5,02 por hora
  • Santa Catarina: R$ 1.009,00 – R$ 4,58 por hora
  • São Paulo: R$ 1.000,00 – R$ 4,55 por hora

Piso nacional

De acordo com a legislação trabalhista, o empregador não pode pagar um salário inferior ao piso nacional da categoria do emprego. Em alguns casos, o piso da categoria corresponde ao valor do salário mínimo 2018, em outros, porém, ele é bem maior.

Exemplos de piso superior ao salário mínimo:

  • Advogado de escritório: R$ 3270,87;
  • Analista Contábil: R$ R$ 2586,26;
  • Atendente de Call Center: R$ 1832,68

Décimo terceiro salário

O trabalhador brasileiro está entre um dos mais assistidos em relação à benefícios trabalhistas. Além de benefícios sociais, como seguro-desemprego, PIS/PASEP e seguro-defeso, existe também o décimo terceiro salário. Pouco conhecido do público em geral, este benefício é garantido por lei. Estar informado acerca deste direito trabalhista é fundamental para que evitemos determinados equívocos. Por isso, quer saber todos os âmbitos sobre o décimo terceiro salário? Leia o artigo abaixo!

Décimo Terceiro Salário

Décimo Terceiro Salário – Cálculo, Valor, Como receber

Décimo Terceiro Salário

Conhecido também como gratificação de Natal, o 13º salário garante que o trabalhador tenha direito a um valor de 1/12 (um doze avos) do rendimento por mês trabalhado. Portanto, trata-se de um pagamento de um salário complementar destinado ao trabalhador ao término de cada ano. O décimo terceiro salário foi criado durante o governo do ex-presidente João Goulart em 1960.

Esse benefício é, juntamente com o Salário Mínimo 2018, uma das maiores conquistas do trabalhadores do Brasil.

Pagamento do Décimo Terceiro Salário

Valor Décimo Terceiro SalárioO pagamento do décimo terceiro salário ocorre de forma parcelada. No caso, o parcelamento consiste em duas vezes. A quantia referente ao benefício é composta pelo valor que o trabalhador recebe. Portanto, o pagamento do 13º ocorre em dois momentos, ou seja, a efetuação do pagamento ocorre parcelada em duas vezes. O décimo terceiro é dividido em 50% para cada parcela.

A primeira parcela do décimo terceiro salário deve acontecer, no máximo, até o dia 30 de novembro. Já a efetuação do pagamento da segunda parcela acontece até o dia 20 de dezembro. Caso a data de pagamento do 13º salário caia em um domingo ou feriado, o vínculo empregatício deverá antecipar o pagamento do benefício para o último dia útil anterior.

Confira a lei que regula o 13º Salário.

Quem tem direito ao décimo terceiro salário

Assim como outros benefícios concedidos pelo Governo Federal, o décimo terceiro salário também possui algumas diretrizes que constituem as regras de acesso benefício. Caso queira ter direito ao 13º salário é necessário que:

  • O trabalhador possua a carteira assinada;
  • O trabalhado deve ser doméstico, rural, urbano ou avulsos;
  • Aposentados e pensionistas do INSS.

Lembrando que o trabalhador que exerceu atividade remunerada por um período de quinze dias ou mais já possui direito ao 13º salário.

Cálculo do Décimo Terceiro Salário

Cálculo Décimo Terceiro SalárioMuitas pessoas têm algumas dúvidas a respeito do cálculo do décimo terceiro salário. No entanto, a conta é bem simples e fácil de ser realizada. Ela pode ser feita da seguinte maneira:

  • Primeiramente divida o salário total do trabalhador por 12;
  • Logo depois, é necessário multiplicar o valor resultante da divisão pelo número de meses trabalhados. Caso tenha recebido alguma quantia relacionada a horas extras, comissões, adicionais noturno ou insalubridade é preciso integrar esse valor ao cálculo do 13º salário.

Ficou em dúvida? Confira também o valor do salário mínimo 2018, e confira se o seu empregador está pagando os seus direitos em dia!

Rescisão e Décimo terceiro Salário

Em caso de rescisão do contrato de trabalho, o pagamento do 13º Salário deverá ser feito proporcionalmente ao tempo trabalhado durante o ano pelo trabalhador.

Por exemplo:

  • Se o trabalhador teve 30 dias trabalhados desde o início do ano, com a carteira assinada, terá direito a receber na rescisão 1/12 do valor do seu salário no ato da rescisão salarial;
  • Se o trabalhador deve 180 dias trabalhados desde o início do ano, terá direito a 1/ do décimo terceiro salário no ato da rescisão.
  • E assim por diante.

Escola da Família 2018

A educação constrói um país e, mais especificamente, uma comunidade. Por isso, esse é um dos principais investimentos do governo federal em todos os países que visam construir uma sociedade cada vez mais capaz de refletir o que está passando no seu dia-a-dia. Aqui, no Brasil, diversos projetos que estão alterando a rotina de uma comunidade vêm ganhando reconhecimento nacional, como é o caso do Escola da Família. Então, quer conhecer um pouco mais sobre o que se trata este projeto? Leia o artigo abaixo para se informar.

Veja também como receber:  Salário Família 2018.

O que é o Escola da Família?

O Programa Escola da Família é um programa da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo. Ele possui o objetivo de proporcionar a abertura de instituições educacionais da Rede Estadual de Ensino aos fins de semana para promover a cultura da paz, ampliar horizontes culturais e também alertar para potencialidades dos participantes do Escola da Família. Cada escola participante do programa Escola da Família desenvolve suas atividades dentro de quatro parâmetros: cultura, trabalho, saúde e esporte.

Desta forma, o Escola da Família oferece àquela comunidade que cerca aquela instituição educacional uma maior inclusão social, assim como proporciona uma troca de experiência e conhecimento entre os profissionais envolvidos no processo de administração das aulas do Escola da Família. O programa também é uma saída para ocupar os finais de semana de pessoas ociosas. Por isso, é uma ótima forma de afastar os jovens e crianças do caminho da criminalidade.

Programa Escola da Família

Programa Escola da Família

Aliás, a administração das aulas do programa é de responsabilidade de profissionais da área educacional, voluntários e também universitários. Desta forma, as pessoas que participam do Escola da Família recebem uma bolsa integral de seu curso, sendo que 50% do valor da mensalidade é de responsabilidade do Governo de São Paulo e a outra metade é da instituição de ensino. Lembrando que o valor da mensalidade deve ser, no máximo, R$ 500,00.

Veja também: como receber o Salário Maternidade.

Como se cadastrar no Escola da família

Inscrição Escola da Família 2018Para realizar o cadastramento no Escola da Família, o cidadão deve ir até o site oficial do programa. Lá, o estudante deverá realizar o cadastro e, logo em seguida, levar os documentos pessoais até uma diretoria de ensino mais próxima de sua casa. Como o Escola Família recebe uma grande quantidade de pessoas interessadas em participar, existe alguns critérios, como renda familiar, séries estudadas em escolas públicas, trabalhos voluntários e atuação acadêmica.

Para o ano de 2018, o número de vagas do programa Escola Família ainda não foi divulgado. No entanto, é recomendando que sempre fique visitando o site do programa. Quando houver abertura do cadastro de alunos e também dos profissionais para atuação no Escola Família, o site divulgará uma nota.

Programação Escola da Família

O portal do Escola da família, da secretaria de Educação do Estado de São Paulo disponibiliza uma ferramenta para a consulta da programação do Escola da Família. A Programação pode ser consultada diretamente pelo portal, basta seguir os passos indicados abaixo:

Saiba mais:

Salário Maternidade 2018

Embora as condições trabalhistas estejam cada vez mais difíceis em território nacional, principalmente devido à recessão econômica que estamos atravessando, o Brasil é um dos países que mais presta assistência aos seus trabalhadores em relação à benefícios. São inúmeros benefícios destinados para diferentes situações. Os benefícios trabalhistas são regulamentados pela Previdência Social, pertencente ao INSS. Um dos benefícios mais famosos é o salário maternidade 2018. Então, quer conhecer os principais pontos? Leia o artigo abaixo.

Salário maternidade

Salário maternidade – Valor, quem tem direito, como solicitar, onde solicitar

O que é Salário Maternidade

O que é salario maternidadeTambém conhecido como auxílio maternidade, o Salário Maternidade possui o objetivo de auxiliar as mulheres que praticam atividade doméstica ou também contribuem para a Previdência Social. Nesse caso, é um valor que pode ser resgatado quando uma mulher estar preste a dar luz a uma criança ou também adotar um menor em conformidade com a legalidade judicial.

O valor do salário maternidade é o mesmo recebido em seu posto de trabalho. Em situações de dois ou mais vínculos empregatícios, o trabalhador recebe do salário mínimo à soma total dos rendimentos nesses postos.

Atenção: Não confundir o Salário maternidade com o Salário Família 2018, Pois esse trata-se de outro benefício.

Quem tem direito ao Salário Maternidade

Quem tem direito ao Salário Maternidade

Quem tem direito ao Salário Maternidade?

Como todos os serviços oferecidos pela Previdência Social, para solicitar o salário maternidade é necessário que obedeça algumas diretrizes definida pelo órgão regulador. Caso queira ter acesso ao auxílio maternidade é preciso que se encaixe em alguns desses pontos abaixo.

  • O salário maternidade 2018 pode ser requerido a partir do nascimento do bebê. No entanto, é preciso que seja apresentado a certidão de nascimento da criança recém-nascidas como um comprovante.
  • O auxílio maternidade também pode solicitado desde o oitavo mês de gestação, contato que tenha um atestado médico comprovando o estado de gravidez e o tempo de gestação.
  • Em caso de guarda judicial ou adoção, o auxílio pode ser reivindicado a partir do deferimento da guarda da criança, utilizado a certidão de nascimento do adotado expedida com o deferimento da guarda infantil.

Como dar entrada no salário maternidade

Uma dúvida muito comum entre as mamães é como dar entrada no salário maternidade. Isto porque esse benefício é pouco divulgado pela Previdência Social, portanto gera uma boa quantidade de dúvidas. Para dar entrada no salário maternidade é necessário que o cidadão se dirija até uma agência do INSS portando algumas documentações pessoais, como documento de identificação com fotografia, e trabalhista, como carteira de trabalho, carnês e outros comprovante de pagamento ao INSS. Em alguns casos é cobrado documentações especificas, como nestes casos abaixo.

  • A trabalhadora desemprega deve apresentar a certidão de nascimento (vivo ou morto) do dependente.
  • Em caso de adoção, o cidadão deve apresentar a nova certidão de nascimento expedida após a decisão judicial.
  • Em caso de guarda, deve mostrar o Termo de Guarda com a indicação de que a guarda se destina à adoção.
  • A trabalhadora que se distancia 28 dias antes do parto deve apresentar o atestado médico original, específico para gestante.

Onde encaminhar o Salário Maternidade?

O local onde esse benefício trabalhista deve ser encaminhado encaminha de acordo com a situação. Confira a seguir onde encaminhar o auxílio maternidade:

Situação Tipo de trabalhadora Onde Solicitar A partir de Quando Solicitar? Documento Necessário
Parto (inclusive de natimorto) Empregada (só de empresa) Na empresa 28 dias antes do parto Atestado médico (caso se afaste 28 dias antes do parto) ou certidão de nascimento
Desempregada No INSS A partir do parto Certidão de nascimento
Demais seguradas No INSS 28 dias antes do parto Atestado médico (caso se afaste 28 dias antes do parto) ou certidão de nascimento
Adoção Todos os adotantes No INSS Após a adoção ou guarda para fins de adoção Termo de guarda ou certidão nova
Aborto não-criminoso Empregada (só de empresa) Na empresa A partir da ocorrência do aborto Atestado médico comprovando a situação
Aborto não-criminoso Demais trabalhadoras No INSS A partir da ocorrência do aborto Atestado médico comprovando a situação

Salário Família 2018

O trabalhador brasileiro é bem relacionado em questões relacionadas a benefícios oferecido pela Previdência Social. Entre diversos benefícios que o trabalhador possui direito, há um pouco conhecido. Denominado de salário família, este benefício é destinado aos trabalhadores que possuem filhos, enteados e tutelados que tenham, no máximo, 14 anos de idade. Como este salário envolve diversos pontos, neste artigo abordamos os principais para lhe auxiliar no entendimento e funcionamento do benefício. Então, quer se informar um pouco mais sobre o salário família 2018? Leia o artigo abaixo.

Salário Família 2018

Salário Família 2018 – Quem tem direito, valor do Salário família, Tabela Salário família 2018

O que é salário família 2018?

O Salário Família 2018 é uma quantia paga ao empregado e também ao trabalhador avulso. O valor do Salário Família é definido relativo ao número de filhos ou equiparados que possua. Na situação, para ter acesso ao benefício, é preciso que esteja dentro da quantia de renda definida pelo Governo Federal.

Diferentemente de outros benefícios concedidos pela Previdência, para ter direito ao Salário Família não é necessário obedecer um tempo mínimo de contribuição. É exigido apenas que se adeque as diretrizes de acesso ao benefício social – que abordaremos logo mais abaixo.

Veja o valor de outros benefícios trabalhistas:

Quem tem direito ao Salário Família

Quem tem direito ao salário famíliaPara ter acesso ao auxílio família é preciso que esteja em conformidade com algumas diretrizes definidas pelo Governo Federal. Possui direito ao salário família quem se enquadra nos seguintes perfis:

  • O empregado e o trabalhador avulso que estejam em atividade;
  • O trabalhador rural que tenha se aposentado por idade aos 60 anos (homem), ou 55 anos (mulher);
  • O empregado e o trabalhador avulso, aposentados por invalidez, por idade ou em gozo de auxílio doença;
  • Os demais aposentados, desde que os empregados ou trabalhadores avulsos, quando completarem 65 anos (homem) ou 60 anos (mulher).

Como se cadastrar no Salário Família

Para ter direito ao Salário Família é preciso que o trabalhador realize um cadastro. Caso seja um empregado ou doméstico, deve realizar o requerimento do benefício diretamente com o empregador. Já em situações de trabalhadores avulsos, o pedido deve ser realizado no sindicato responsável pela categoria ou também no órgão gestor responsável pela natureza do trabalho executado.

Cadastro Salário Família 2018

Cadastro Salário Família 2018

Para realizar o requerimento do salário família é preciso que esteja portando alguns documentos básicos, como documento de identificação com foto e número do CPF, termo de responsabilidade, certidão de nascimento de cada dependente, comprovação de frequência escolas dos dependentes com idade de 7 a 14 anos de idade, caderneta de vacinação ou similar dos dependentes de até 6 anos de idade e, por fim, o requerimento do salário família.

Caso não faça a mínima ideia a respeito de alguns documentos (como o termo de responsabilidade ou o requerimento), o cidadão pode ir até o site da Previdência Social e realizar o download do modelo pronto.

Valor do Salário Família 2018

Valor do Salário FamíliaO valor do salário família é estabelecido de acordo com o valor da remuneração do trabalhador. Basicamente, o benefício auxilia na complementação de renda dos trabalhadores brasileiros, através do pagamento de um valor estabelecido por lei, pago dependendo do número de filhos do cidadão. Confira abaixo a tabela de pagamentos do Salário Família 2018:

Vigência Salário Mensal Salário Família Lei que regulamenta
A Partir de 01/01/2017 R$ 859,88 R$ 44,09 (Portaria Interministerial MTPS/MF 8/2017)
R$ 859,89 a R$ 1.292,43 R$ 31,07
A Partir de 01/01/2016 R$ 806,80 R$ 41,37 (Portaria Interministerial MTPS/MF 1/2016)
R$ 806,81 a R$ 1.212,64 R$ 29,16
A Partir de 01/01/2015 R$ 725,02 R$ 37,18 (Portaria Interministerial MPS/MF 13/2015)
R$ 725,03 a R$ 1.089,72 R$ 26,20
A Partir de 01/01/2014 R$ 682,50 R$ 35,00 (Portaria Interministerial MPS/MF 19/2014)
R$ 682,51 a R$ 1.025,81 R$ 24,66
A Partir de 01/01/2013 R$ 646,55 R$ 33,16 (Portaria Interministerial MPS/MF 15/2013)
R$ 646,56 a R$ 971,78 R$ 23,36
A Partir de 01/01/2012 R$ 608,80 R$ 31,22 (Portaria Interministerial MPS/MF 2/2012)
R$ 608,81  a R$ 915,05 R$ 22,00
A Partir de 01/07/2011 Até R$ 573,91 R$ 29,43 (Portaria Interministerial MF/MPS 407/2011)
De R$ 573,92 a R$ 862,60 R$ 20,74
A Partir de 01/01/2011 a 30/06/2011 Até R$ 573,58 R$ 29,41 (Portaria Interministerial MF/MPS 568/2010)
De R$ 573,59 a R$ 862,11 R$ 20,73
A Partir de 01/01/2010 Até R$ 539,03 R$ 27,64 (Portaria Interministerial MPS/MF 333/2010)
De R$ 539,04 a R$ 810,18 R$ 19,48
de 01/02/2009 a 31.12.2009 Até R$ 500,40 R$ 25,66 (Portaria Interministerial MPS/MF 48/2009)

Valor do Salário Mínimo 2018

O valor do salário mínimo 2018 é um assunto de grande importância para a classe trabalhista brasileira. Isto porque essa quantia é recebida por milhões de brasileiros que trabalham em diversos setores, como comércio, indústria, entre outros. Anualmente, ocorre alteração no valor do salário mínimo. Por isso, há uma grande curiosidade em saber qual o valor que será vigente para o ano posterior. Portanto, quer saber qual valor do salário mínimo 2018? Leia o artigo abaixo.

Valor do Salário Mínimo 2018

Valor do Salário Mínimo 2018

Valor do salário mínimo 2018

O valor do salário mínimo 2018 já foi definido, estimado em R$ 1020,00. No entanto, o Governo Federal já acenou que pretende alterar esse valor. No caso, em 2018, o valor do salário passaria para a quantia de R$1020, R$83 à mais que o valor do salário mínimo 2017. Caso seja confirmado, este novo valor passará a valer em primeiro de janeiro de 2018. As autoridades também já estão prevendo aumento do salário mínimo para ano de 2019 e 2020, no caso, R$1.067 e R$1.100, respectivamente.

Tabela de Aumento do Salário Mínimo 2018

Tabela de Aumento do Salário Mínimo 2018

Salário Mínimo 2018

Salário Mínimo 2018 - ValorO salário mínimo 2018 é uma remuneração mínima estabelecida por lei para pessoas que foram contratadas em regimes das normas da Consolidação de Leis Trabalhistas (CLT). Este valor é adotado por milhares de vínculos empregatício presente em território nacional. Estima-se que o salário mínimo é utilizado como referência para 48 milhões de pessoas no Brasil.

O salário mínimo foi criado durante o Governo de Getúlio Vargas. Na ocasião também foram criados os benefícios destinado à classe trabalhadora e também as regras presentes na Consolidação das Leis Trabalhistas, também conhecida pela sigla CLT.

Salário Mínimo Regional 2018

Em alguns casos, existem estados que próprio definem o valor de seu salário mínimo regional, como é o caso de São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Paraná. No entanto, é bom salientar que os valores adotados por esse estado excedem o limite do salário mínimo adotado nacionalmente. É uma forma de estimular localmente os trabalhadores daquela região.

Todo o processo de alteração do valor do salário mínimo é inteiramente arquitetado e planejado por meses. Isto porque existem uma série de índices utilizado pelo Governo Federal como uma base para o cálculo do salário mínimo. Um desses índices é o Produto Interno Bruto, mais conhecido como PIB, e também a taxa de crescimento da economia brasileira.

Reajuste do valor do Salário Mínimo 2018

Reajuste do Salário Mínimo 2018Ao longo dos últimos anos, o salário mínimo 2018 teve um aumento substancial. Em todos eles, houveram aumento relativo ao valor do salário mínimo. É sempre recomendado que fiquemos observando essa evolução, pois ficamos por dentro de informações básicas sobre quantos reais aumentou, a porcentagem do aumento, entre outra.

  • 2007: R$380
  • 2008: R$415
  • 2009: R$465
  • 2010: R$510
  • 2011: R$545
  • 2012: R$622
  • 2013: R$678
  • 2014: R$724
  • 2015: R$788
  • 2016: R$880
  • 2017: R$937
  • 2018: Estimado R$1020 (O salário Mínimo de 2018 ano ainda não foi divulgado pelas autoridades responsáveis).

Salário Mínimo 2018 para empregada doméstica

Na maioria dos estados Brasileiros, não existe uma regulamentação específica de piso salarial para as domésticas, com a exceção dos estados com salário mínimo Regional. Portanto, o salário das domésticas, pelo piso nacional fica estabelecido em:

  • R$ 1020,00 Mesais (estimado);
  • R$ 37,04 por dia (estimado);
  • R$ 4,63 por hora (estimado).

Aumento do salário Mínimo 2018

O aumento do salário mínimo 2018 foi de R$ 83,00 em relação ao salário mínimo de 2017. Isso representa um reajuste de 8,86%, superior à inflação apurada no ano anterior, e superior ao reajuste do mínimo do ano passado, que foi de 6,47%.

Está com alguma dúvida sobre o valor do salário mínimo 2018? Diga-nos na área de comentários para que possamos solucioná-los.

Salário Mínimo 2018

Em vários países, o governo institui uma cotação mínima para a remuneração, conhecida como salário mínimo 2018. Isto é de extrema importância, pois evita possíveis discrepância entre as classes e também evita que as empresas pratiquem abusos relativos ao valor da remuneração mensal do trabalhador. O salário mínimo trata-se do menor valor que uma empresa pode oferecer ao seu trabalhador com carteira assinada. Anualmente, ocorrem alterações no valor desse salário mínimo, então quer saber o valor do Salário Mínimo 2018? Leia o artigo abaixo!

Salário Mínimo 2018 - Valor do Salário Mínimo

Salário Mínimo 2018 – Valor do Salário Mínimo


Valor do Salário Mínimo 2018

O valor do salário Mínimo 2018 já foi divulgado pelo Governo Federal, através da LDO 2018, aprovada pelo Congresso Nacional. O valor do salário mínimo 2018 é de R$954,00.

O valor referente ao salário mínimo para o ano de 2018 ainda não foi divulgado. Geralmente, essa divulgação ocorre entre meados de final de novembro ou dezembro pelas autoridades do governo federal. Não há nada certo até o momento, mas o governo federal já manifestou que pretende aumentar o salário mínimo 2018 de R$937,00 para R$954,00. No caso, seria um aumento correspondente à R$66. Caso este valor do salário mínimo seja confirmado, ele passa a vigorar no dia primeiro de janeiro de 2018.

Valor Salário Mínimo 2018

Valor Salário Mínimo 2018

 

Tabela de Aumento do Salário Mínimo 2018

Tabela de Aumento do Salário Mínimo 2018

É sabido também que o Governo Federal já andou fazendo estimativas relativas ao valor do salário mínimos para os anos de 2018 e também 2019. Considerando o sistema de correção que está vigorando em território brasileiro, o valor poderá ser de R$1.002 e R$1.067, respectivamente. Um grande avanço para o salário mínimo brasileiro.

Fique por dentro do valor do Salário Mínimo 2019.


Aumento do Salário Mínimo 2018

O aumento do salário mínimo 2018 foi de R$ 66,00, acima do índice de inflação, como prevê a PEC do limite de gastos da União. Com o novo valor do mínimo nacional, os valores do salário mínimo são os seguintes:

Aumento do Salário Mínimo 2018

Aumento do Salário Mínimo 2018

  • R$954,00 de salário mínimo mensal;
  • R$31,80 de salário mínimo diário;
  • R$4,34 de salário mínimo por hora.

Salário Mínimo Regional 2018

Nem todos os estados da federação seguem o salário estipulado pelo Governo Federal. Em alguns estados, a legislação estabelece o salário mínimo Regional 2018, ou seja, o piso salarial que deverá ser respeitado dentro de todo o estado. Vale lembrar que o piso estadual nunca poderá ser inferior ao valor do piso salarial nacional.

Veja quais são os estados com o mínimo regional estabelecido, e quanto é o mínimo em cada estado:

Tabela Salário Mínimo Regional 2017
São Paulo R$ 1.076,20
Rio de Janeiro R$ 1.136,53
Rio Grande do Sul R$ 1.175,15
Santa Catarina R$ 1.078,00
Paraná R$ 1.223,20
Ceará Ainda não informado

Atenção: No caso de benefícios sociais e trabalhistas Federais, o trabalhador continuará recebendo de acordo com o mínimo Federal, mesmo que seu estado tenha um valor superior estabelecido como Mínimo Regional.

Isso porque os estados devem se curvar ante a legislação Federal, e não o contrário.


Salário Líquido 2018

Um detalhe importante que não é mencionado por muita gente é que o valor do Salário Mínimo 2018 não é o valor que chega necessariamente à mão do trabalhador. Isso acontece porque o Governo Federal cobra uma série de descontos no holerite do trabalhador, que no final das contas acaba recebendo menos do que esperava. Ao vencimento efetivo que chega às mãos do trabalhador, dá-se o nome de Salário Líquido 2018.

Confira abaixo os descontos que  os vencimentos do trabalhador sofrem antes de chegar em suas mãos:

  • Alíquota do INSS – Incide sobre 8 a 11% do valor do salário do empregado, dependendo de quanto esse receba;
  • IRRF (Imposto de renda retido na fonte) – A alíquota varia de acordo com o vencimento do trabalhador. Caso seu vencimento seja de 1 salário mínimo, estará isento de IRRF;
  • Vale Transporte – 0 a 6%;
  • Vale Refeição – 0 a 20%;
  • Pensão alimentícia – É descontada dos rendimentos do trabalhador, caso esse seja obrigado a pagar pela justiça;
  • Assistência Médica;
  • Faltas e atrasos.

É muito importante que o trabalhador conheça os seus descontos para cobrar, em caso de desconto indevido de sua folha de pagamentos. Para tirar as sias dúvidas, confira abaixo a calculadora do Salário Líquido efetivo 2018:


Cálculo do salário mínimo

O aumento do salário mínimo é calculado da seguinte forma, desde a aprovação da PEC de reajuste dos Gastos da União:

Soma-se a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior com o resultado do crescimento do produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. Caso algum desses valores seja negativo, desconsidera-se, para evitar o risco de redução dos salários.


Reajuste do Salário Mínimo 2018

É importante salientar que o reajuste do salário mínimo desse ano foi MAIOR que no ano passado, mas MENOR que em anos anteriores. Confira abaixo a tabela de reajuste do salário mínimo:

Ano Valor LEI Reajuste do salário
2018 R$ 954,00 Decreto 1,81%
2017 R$ 937,00 Decreto 8.948/2016 6,48 %
2016 R$ 880,00 Decreto 8.618/2015 11,68 %
2015 R$ 788,00 Decreto 8.381/2014 8,84 %
2014 R$ 724,00 Decreto 8.166/2013 6,78 %
2013 R$ 678,00 Decreto 7.872/2012 9,00 %
2012 R$ 622,00 Decreto 7.655/2011 14,13 %
2011 R$ 545,00 Lei 12.382/2011 0,93 %
2011 R$ 540,00 MP 516/2010 5,88 %
2010 R$ 510,00 Lei 12.255/2010 9,68 %
2009 R$ 465,00 Lei 11.944/2009 12,05 %
2008 R$ 415,00 Lei 11.709/2008 9,21 %
2007 R$ 380,00 Lei 11.498/2007 8,57 %
2006 R$ 350,00 Lei 11.321/2006 16,67 %
2005 R$ 300,00 Lei 11.164/2005 15,38 %
2004 R$ 260,00 Lei 10.888/2004 8,33 %
2003 R$ 240,00 Lei 10.699/2003 20,00 %
2002 R$ 200,00 Lei 10.525/2002 11,11 %
2001 R$ 180,00 MP 2.194-6/2001 19,21 %
2000 R$ 151,00 Lei 9.971/2000 11,03 %
1999 R$ 136,00 Lei 9.971/2000 4,62 %
1998 R$ 130,00 Lei 9.971/2000 8,33 %
1997 R$ 120,00 Lei 9.971/2000 7,14 %
1996 R$ 112,00 Lei 9.971/2000 12,00 %
1995 R$ 100,00 Lei 9.032/1995 42,86 %
1994 R$ 70,00 MP 598/1994 8,04 %
1994 R$ 64,79 Lei 8.880/1994

Fonte: planalto.gov.br


Salário mínimo 2018 – Valor Ideal do salário Mínimo

Valor Ideal do Salário Mínimo 2018

Valor Ideal do Salário Mínimo 2018

Quando o assunto envolve o salário mínimo, ele é capaz de captar a atenção de todas as pessoas. Isto porque o salário mínimo é tido como referência para uma multidão de 48 milhões de pessoas em território nacional. Anualmente, o valor do salário mínimo é alterado para acompanhar as taxas definidas pelo governo federal. Isto porque não faz sentido pagar centenas de impostos, que são reajustados anualmente, e o salário continuar a mesma cotação.

Embora ocorra aumento de forma anual, sabemos que o salário mínimo brasileiro é totalmente desconexo da situação da sociedade brasileira. Alguns órgãos calculam que o valor do salário mínimo recomendado para suprir as necessidades de uma família com quatros integrantes deveria ser de R$3.736,36, em 2017. Estão inclusos nesse valor despesas com lazer, vestuário, moradia, saúde, alimentação, lazer, previdência, higiene e educação.


Benefícios que sofrerão reajustes de acordo com o Salário Mínimo 2018

benefícios Salário Mínimo 2018Muitos benefícios Sociais e trabalhistas têm o valor vinculado diretamente ao valor do salário mínimo 2018. Dessa forma, se você for beneficiado por qualquer um dos benefícios listados abaixo, poderá se beneficiar com o aumento do mínimo nacional já nas próximas parcelas do seu benefício:

Dessa forma, assim que sancionado o valor do piso salarial 2018 – usualmente no dia 1º de janeiro – já passam a valer os novos valores dos benefícios listados acima, reajustados de acordo com o aumento do Mínimo Nacional 2018.

Tabela Salário Mínimo 2018 – Aumento ao longo dos anos

Tabela do Salário Mínimo 2018

Tabela do Salário Mínimo 2018

É sempre importante estarmos dentro da evolução das coisas que nos rodeiam. E o salário mínimo é um ponto que devemos sempre estar observando. Poderemos utilizar essa informação para se informar sobre os valores em cada ano, quantos por centos aumentou, entre outras informações.

  • 2007: R$380,00
  • 2008: R$415,00
  • 2009: R$465,00
  • 2010: R$510,00
  • 2011: R$545,00
  • 2012: R$622,00
  • 2013: R$678,00
  • 2014: R$724,00
  • 2015: R$788,00
  • 2016: R$880 ,00
  • 2017: R$937,00
  • 2018: R$954,00

Está com alguma dúvida sobre o salário mínimo 2018? Diga-nos na área de comentários para que possamos solucioná-los.